E lá se vai Amy....

"Era apenas uma questão de tempo” essa é a afirmação de Janis Winehouse, mãe da cantora Amy, encontrada morta no último dia 23 de julho, aos vinte e sete anos de idade.

A mãe ainda conta que sua filha parecia fora de si. Todos nós que observamos as fotos pela internet, nas diversas publicações ao longo da carreira, verificamos como ela emagreceu. Sua pele cada vez mais coberta de tatuagem. E ainda tem aquela foto publicada mostrando ela sem um dente na parte frontal da boca.

O que afinal tem essa idade de vinte e sete anos, para levar a morte tantos jovens músicos, famosos, ricos? Seria o medo do ostracismo, do esquecimento, que faz com que estas pessoas optem por “deixar” a vida?

Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, são alguns dos nomes da grande lista de celebridades mortas prematuramente na fatídica idade dos 27 anos. Seria mera coincidência?

O primeiro da lista macabra é Frederick Heath, mais conhecido como Johnny Kidd . Um dos pioneiros do rock inglês, morreu em um acidente de carro (em 1966) aos, nada mais nada menos, 27 anos de idade.

Três anos após o acidente de Kidd, Brian Jones, 27 anos na época, foi encontrado morto, boiando na piscina de sua casa. Apesar da fama e fortuna conquistadas com o sucesso da banda Rolling Stones, o músico se entregou às drogas e saiu do grupo em junho de 1969.

Mas um dos casos mais famosos de morte aos 27 anos é o de Jimi Hendrix. Em 1970, o guitarrista morreu (provavelmente) sufocado em seu próprio vômito.

Considerada a maior cantora de blues branca da história, Janis Joplin também deixou de viver aos 27. No auge da carreira, a intérprete teve uma overdose de heroína, no Landmark Hotel em Los Angeles.

Na lista aparece ainda Jim Morrison, vocalista do The Doors. Uma nova versão mostra que a morte de Morrison foi em uma casa noturna em Paris, depois de ter comprado uma dose de heroína de dois traficantes, ele teria morrido no banheiro da própria casa noturna e posteriormente levado pra seu apartamento. A versão oficial diz que o cantor foi encontrado morto na banheira de seu apartamento em Paris. Segundo relatos, Morrison acordou na madrugada com excesso de tosse e dores no peito. Na manhã seguinte, sua namorada se deparou com ele estirado no banheiro (em 1971). Os exames apontaram um ataque cardíaco. Sempre houve a desconfiança de overdose.

O excesso de drogas tirou também a vida de Gary Thain, ex-integrante do Uriah Heep. Embora muitos acreditem que ele tenha morrido devido a um choque que levou num show em setembro de 1975, na realidade, a causa da morte foi uma overdose de heroína aos 27 anos.

Outro a morrer com 27 anos, foi o lendário líder da banda Nirvana, Kurt Cobain. Kurt suicidou-se no ápice da fama com um tiro de espingarda na cabeça. O corpo foi encontrado por um eletricista que arrombou a janela do músico, após desconfiar que havia algo errado. Ao lado do cadáver foi encontrada uma carta, escrita com tinta vermelha, endereçada para a mulher e a para filha.

O site TMZ, afirma que a polícia está trabalhando com a hipótese de overdose, mas aguarda o resultado da autópsia para confirmar a suspeita.

Os tabloides britânicos afirmam que Winehouse foi vista comprando uma grande quantidade de drogas na noite de sexta-feira. Segundo o "Sunday Mirror", ela comprou cocaína, heroína, ecstasy e ketamina.

Um amigo da cantora disse ao mesmo jornal que, apesar de todas as drogas compradas por ela, o que provocou a sua morte foi overdose provocada por ecstasy de má qualidade.

Segundo o TMZ, Amy Winehouse ainda apresentava sinais de vida quando foi encontrada pela polícia, mas não resistiu e morreu antes que os paramédicos conseguissem removê-la.

A família de Amy divulgou um comunicado lamentando a morte da cantora. "Ela deixa uma lacuna em nossas vidas", diz a nota, ressaltando que ela era "uma filha maravilhosa, irmã, sobrinha". "Estamos reunidos para lembrar dela e gostaríamos de ter privacidade e espaço neste momento terrível".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 lembranças da minha época de escola